terça-feira, 16 de outubro de 2012

Renda-se à marmita

As pessoas que levam o almoço para o emprego, não são pobres nem destituídas de amigos. Mostram que são modernas. Para quê gastar a hora de almoço a comer mal e caro num restaurante que não presta se pode ser aproveitada para poupar e ser mais saudável? Renda-se à brigada das marmitas.
Há cada vez mais pessoas a levarem comida para o trabalho. Não só pela crise, mas também, e sobretudo, pela saúde.
Se conseguir, leve o almoço de casa para garantir uma refeição equilibrada. Na hora de decidir o que levar, pode faltar inspiração ou tempo, veja algumas sugestões e dicas para se alimentar melhor e para facilitar a sua vida. Menos gordura, mais fibra. Esta é a chave de uma alimentação menos calórica e favorecedora de um bom trânsito intestinal

Nas sanduíches: acabe com a monotonia, usando diferentes tipos de pão e em vez de manteiga e margarina, barre o pão com (pouco) creme vegetal de baixas calorias ou um fiozinho de azeite; inclua alface, tomate, pepino, cenoura, espargos e outros vegetais frescos. Se não tiver tempo para preparar sanduíches de manhã, tente criar alguns recheios (de frango estufado, por exemplo) no fim de semana e congele pequenas porções, ou use as sobras do jantar.

Não dispense a sopa: Pode fazer a sua em casa ou usar as de pacotinho. Se tiver tempo, no fim de semana, faça uma boa panela da sua sopa preferida e congele porções individuais. Caso não tenha microondas no trabalho, você pode levá-la numa garrafa térmica.

Saladas: as saladas são muito mais que alface! Experimente bases de arroz ou massa integral ou grãos e inclua um punhado de frutos secos, como nozes, passas e pinhões. Pode optar por misturar frango picado ou queijo magro ralado. Estas misturas são nutritivas, ricas em fibra e saciam a fome. Para os temperos, aventure-se no mundo surpreendente dos azeites aromatizados e dos vinagres balsâmicos. Não leve a salada já temperada, porque as folhas vão murchar. Leve o molho à parte, numa garrafinha (não exagere na quantidade).

Coma fruta: a variedade é importante. Se optar sempre pela maçã, vai acabar por se cansar. Experimente levar uvas ou ananás às fatias. Mas cuidado com os sumos naturais: têm gran-de concentração de açúcar e aportam menos fibra ao organismo.

Hidrate-se: Beba muita água. O chá frio sem açúcar ou as tisanas são alternativas válidas e saborosas. Corte com que os refrigerantes e as bebidas alcoólicas.

1 comentário:

Luciana disse...

Olá.
Eu faço parte da brigada das marmitas. Durante a semana apenas faço o pequeno almoço e o jantar em casa. As restantes refeições são feitas no trabalho e penso que para quem quer seguir uma alimentação saudável, é a melhor forma de o fazer. Evidentemente que é necessária alguma organização para não tornar os menus repetitivos, mas compensa... definitivamente :)

Ocorreu um erro neste dispositivo