quarta-feira, 27 de junho de 2012

Aperitivos saudáveis

Em dia de futebol, deixo vos uma sugestão saudável de aperitivos.
 
Chips de legumes

Beterraba
Batata
Batata doce
Abóbora
Abobrinha







Descasque os legumes.
Fatie os legumes bem finos.
Em uma taça coloque gelo e agua.
Coloque as fatias e deixe por 15 minutos.
Retire os legumes e seque com papel absorvente, retirando toda a humidade.
Unte uma assadeira com um pouco de azeite, apenas para não colar no fundo.
Coloque as fatias dos legumes.
O forno deve estar em temperatura baixa, isso devido ao fato que em temperatura alta os legumes iram queimar e não desidratar que é o objectivo.
Quando os legumes estiverem crocantes, retire do forno.
Sirva.


E que ganhe Portugal!

terça-feira, 26 de junho de 2012

Saudável e refrescante


Sorvete de limão

Esta é uma excelente sugestão para quem procura sobremesas leves e saudáveis.
Com apenas 19 calorias, este sorvete ultra-refrescante impõe-se como uma excelente alternativa às tradicionais sobremesas hiper-calóricas.
Recomendado para quem tem excesso de peso, esta sobremesa ajuda também a fortalecer o sistema imunitário. Experimente e refresque-se com esta proposta ideal para os dias quentes de verão.

Ingredientes

(4 pessoas)

100 g de limão
20 g de claras de ovo
125 ml de água
1 pau de canela e sal marinho a gosto
Adoçante (qualquer um que não seja calórico, como a sacarina, excepto aspartame que se deteriora com o calor)
4 morangos (frescos ou congelados)

Preparação
1. Rale a casca do limão com um ralador e retire-lhe o sumo (eliminando as sementes e os restos de polpa com cuidado).

2. Coloque a água com o adoçante e a canela ao lume e, quando o líquido começar a ferver, deixe-o a cozinhar mais 10 minutos.

3. Deixe arrefecer à temperatura ambiente (sem o colocar no frigorífico).

4. Misture com o sumo de limão recém-espremido e a casca ralada. Também pode deitar um pouco de canela em pó, se gostar. Introduza no congelador.

5. Quando o preparado começar a congelar, misture as claras batidas em castelo com uma pitada de sal. Volte a colocar no congelador até ficar bem frio. Decore cada taça com um morango e sirva.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

O bronzeado começa no prato



Alimentos coloridos

Frutas e vegetais alaranjados, como cenoura, abóbora e papaia, e folhas verde-escuras, como rúcula e espinafre, são ricos em beta caroteno. Eles têm a capacidade de absorver a radiação ultravioleta, minimizando danos no DNA, aumentar a pigmentação (factor de protecção) e reduzir a formação de radicais livres. O tomate e a melancia também são ricos em licopeno, o responsável pela cor vermelha dos alimentos e ligado à maior protecção contra os raios ultravioleta. Nas frutas e nos vegetais, a vitamina C regenera a estrutura das fibras de colagénio.

Grãos

São ricos em vitamina E, selênio e zinco. Os primeiros itens fortalecem o sistema imunológico, combatem a formação de radicais livres e ainda agem como anti-inflamatórios. Brócolos, cogumelos, couve, cebola e alho actuam nessa mesma protecção. Já o zinco melhora a hidratação, mantém a elasticidade, e tem efeito antioxidante em sinergia com o selénio.

Peixes

Todos os tipos contêm vitamina E, selênio e zinco. A sardinha ainda oferece a coenzima Q10, que diminui a produção de radicais livres e ajuda na regeneração celular.

Chá verde

Pesquisas indicam que consumir duas ou mais chávenas de chá verde por dia torna as pessoas mais protegidas contra o cancro de pele do que quem não consome a bebida. Os polifenóis, que protegem de uma exposição solar moderada, também ajudam na redução de eritema (vermelhidão).

sábado, 23 de junho de 2012

Olhá Sardinha II


Hoje à noite as sardinhadas vão se espalhar por todo o país, para festejar o S. João.
As sardinhas não devem ser fritas ou cozinhadas no microondas, pois a temperatura elevada compromete a estrutura dos ácidos gordos e as suas propriedades. Mesmo a sardinha assada não está isenta de cuidados: não devem ser assadas perto das brasas, nem durante muito tempo.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

A sua pele gosta de...


Azeite: rico em substâncias antioxidantes, como vitamina  E, alimentando-a por dentro, fortalecendo-a e protegendo-a dos radicais livres.

Peixes gordos: fornecem as chamadas gorduras boas, como ómega 3 e 6, essenciais à sua nutrição e resistência.

Citrinos: dão lhe, entre outras, a vitamina C, antioxidante por excelência e estimuladora da formação de colagénio, substância responsável pela sua firmeza.

Frutos vermelhos: além de vitamina C, oferecem-lhe muitos outros antioxidantes, que ajudam a uma boa irrigação e oxigenação, afastando o envelhecimento precoce.

Hortaliças e legumes: ricos em vitaminas, minerais variados e fibras, ajudam à sua saúde e beleza.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Combater a celulite


Cerca de 95% das mulheres apresentam celulite. As hormonas e a genética têm papel principal nesta história, mas a alimentação não fica atrás.
Para combater a celulite é necessário fazer uma alimentação saudável.
  • Deve fazer 5 a 6 refeições por dia: pobres em sal, açúcar e gordura. O sal e o açúcar contribuem para a retenção de líquidos, e consequentemente, para o aparecimento da celulite.
  • Devem ser consumidas fontes magras de proteína, como clara de ovo , aves, coelho e peixes.
  • As refeições devem ser ricas em vegetais, cereais pouco refinados, leguminosas e fruta: alimentos ricos em magnésio, potássio e com efeito diurético .
  • Alimentos fritos, folhados, enchidos, carnes gordas, molhos, doces, refrigerantes e alimentos muito salgados devem ser evitados.
  • É importante beber bastante água (1,5-2l por dia), que também pode ser consumida sob a forma de chá, como o chá de cavalinha que tem acção diurética.
  • O café, o álcool e o cigarro também contribuem para a formação de celulite, pelo que devem ser evitados.
  • Não nos devemos esquecer do exercício físico, 45 minutos pelo menos 3 vezes por semana.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Quando a cabeça tem juízo

Os princípios de Joseph Pilates fazem furor nos ginásios de todo o mundo. Mas o que é mesmo este "Pilates"?
Por incrível que pareça, o método foi desenvolvido por um ex-mister universo, Joseph Hubertus Pilates, alemão dos arredores de Dusseldorf, nascido em 1880 e que em 1926 emigrou para Nova Iorque. Foi aí que se notabilizou e propagou os seus ensinamentos. O seu método visa antes de mais a simetria e a harmonia espiritual, o bem estar humano parte do centro para a periferia- uma espécie de "estabilidade central" que assenta na respiração eficaz, equilíbrio muscular e mobilidade articular. É não só um poderoso antídoto para o stresse do quotidiano como reforça o sistema imunitário. Tal como a hidroginástica, o método Pilates tem a incomensurável vantagem de poder ser praticado até provectas idades- adequa-se à condição física de cada praticante.
Podemos distinguir duas vertentes complementares: o Pilates Mat, que consiste num reportório original de 34 exercícios (já aumentado pelos seus apóstolos) praticados sobre um colchão; e o Estúdio Pilates, que aposta em aparelhos desenvolvidos pelo próprio Joseph Pilates para trabalharem a postura e o equilíbrio, com especial incidência nas costas e abdominais. Sugestivo, não?

terça-feira, 12 de junho de 2012

Apetecem-me Framboesas


Framboesa (34kcal/100g)

É nutritiva e de sabor doce! As suas bagas vermelhas são ricas em fibras solúveis (pectina) que regulam o trânsito intestinal e ajudam a manter o colesterol baixo- cada 100g de framboesas têm cerca de 4g de fibras. É rica em vitamina C. Este fruto tem 40% mais antioxidantes que o morango, o que a torna numa poderosa arma contra as marcas do envelhecimento.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Distinga fome de "vontade de comer"


Para se ser bem sucedido na perda ou manutenção do peso, é importante distinguir fome de vontade de comer. Devemos estar atentos ao tempo que passou desde a últimas refeição e à quantidade de alimentos ingeridos.
É importante não se fugir de alguns alimentos essenciais como o pão, o arroz ou as massas pois são muito importantes e dão saciedade, e nunca saltar refeições: na refeição seguinte vai se estar com mais fome e o corpo vai absorver tudo o que se come. Em contrapartida, se comermos moderadamente de 3 em 3 horas não se vai sentir fome. Por norma, o que se vai sentir é "vontade de comer". Esta vontade, ao contrário da fome, é psicológica. É motivada pela ansiedade ou resulta apenas do facto de se estar habituado a comer mais quantidade, o que leva a uma dilatação do estômago, sentido necessidade de comer mais.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Coisas boas, em dias especiais

Feriado rima com coisas boas.
Aproveite que tem a família reunida e faça uma sobremesa saudável e repleta de antioxidantes.


Tarte de queijo e mirtilos

Ingredientes
24 bolachas tipo Maria (de preferência sem colesterol nem açúcar)
75g de manteiga magra
400g de queijo fresco magro
400 ml de leite evaporado
1 folha de gelatina de limão
3 colheres de compota de mirtilos light
4 folhas de menta
frutos do bosque congelados

Preparação

Para a base: triture as bolachas em pedaços pequenos, colocando-as num saco de plástico e esmagando-as com um rolo ou uma garrafa. Misture as bolachas trituradas com a manteiga derretida.
Sobre a base de uma forma de tarte desmontável, estenda uma camada compacta de bolacha. Coloque a forma no congelador, para que endureça.

Entretanto, misture numa tigela o queijo e o leite evaporado.

Prepare a gelatina dissolvendo a folha em 250 ml de água quente, juntando, de seguida, 250 ml de água fria. Adicione-a ao queijo com leite evaporado.

Disponha a pasta de queijo sobre a base de bolacha. Deixe repousar no frigorífico durante 12 a 14 horas.

Na hora de servir coloque uma camada de compota de mirtilos e decore com folhas de menta fresca.

Decore o prato com um fio de compota e frutos do bosque (mirtilos, framboesas e amoras) congelados.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Cozinhar desenvolve inteligência

Desde que aprendeu a cozinhar, ao longo de toda a sua evolução, o Homem fez desenvolver o cérebro em, pelo menos, 20%. Esta conclusão é de um estudo de diversos cientistas de Harvard e Alabama (EUA) e de Liverpool (Reino Unido).

Comer alimentos cozinhados tornou a digestão mais rápida, fazendo com que o intestino fosse ficando menor. Em consequência, a energia desenvolveu-se noutros órgãos: o cérebro humano cresceu e a inteligência aumentou.

Cozinhar, diz a investigação, elimina algumas células da comida, permitindo que o estômago faça um esforço menor para decompor a comida nos nutrientes necessários ao corpo humano. "Libertou-se energia que pode ser usada para desenvolver a inteligência. Um cérebro maior significa um intestino mais pequeno", explica Peter Wheeler, professor da Liverpool John Moores University.

Receita light afrodosíaca

Salada de pepino e ameixa
4 pessoas

2 pepinos
4 ameixas
20ml de maionese magra
20ml de iogurte natural magro
40ml de vinagre balsâmico
12 croutons de pão integral

Corte o pepino e a ameixa em tiras finas com um descascador de legumes. Prepare o molho com a maionese, o iogurte e o vinagre e regue a salada, finalizando com os croutons de pão integral.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Dieta pró- pernas


Não há uma relação de alimentos de acção específica em prol da beleza das pernas. Mas há formas de de usar os alimentos a favor no combate a um dos principais problemas que atacam a região: o inchaço causado pela retenção de líquidos. Aposte em chás que ajudam o funcionamento dos rins: carqueja, cavalinha e rosa mosqueta. Experimente ingerir três vezes ao dia. Além de reduzir o sal, o açúcar e o álcool, deixe de lado os derivados de leite gordos, enchidos e realçadores de sabor (como o glutamato monossódico).
Sirva o seu prato com alimentos de acção diurética: frutas, verduras e legumes, carnes brancas (aves e peixes) e amêndoas.


sexta-feira, 1 de junho de 2012

Dia Mundial da Criança




Para comemorar o Dia Mundial da Criança a Associação Portuguesa dos Nutricionistas lança um livro digital infantil ilustrado com alimentos e que conta a história de dois meninos que crescem fortes e saudáveis e que explicam a forma de o conseguir para que outros meninos possam também crescer bem.





Faça download do livro digital aqui ou consulte www.apn.org.pt

Leve as crianças a experimentar novos alimentos

  1. Use recompensas que não sejam alimentos. Oferecer um doce como recompensa por a criança comer vegetais reforça a ideia que estes são desagradáveis.
Ofereça recompensam que não sejam alimentos quando eles comem ou se portam bem. As tabelas de estrelas podem motivar as crianças. Coleccionar um número previamente acordado de estrelas pode dar origem a uma recompensa como uma ida ao parque. Assim, alia-se a boa alimentação à prática de exercício físico.


2. Continue a apresentar novos alimentos, sucessivamente.Perante um novo alimento é comum a criança o rejeitar, e os pais acabam muitas vezes por desistir ao cabo de duas rejeições.

Os estudos demonstram também que as crianças são influenciadas pelo exemplo dos pais, educadores e colegas a comer os mesmos alimentos com gosto. Por isso, prepare o seu prato do jantar e ataque os alimentos que também quer que o seu filho coma.
Mantenha a calma e continue a apresentar sucessivamente o mesmo alimento, sem tensão. Se ele voltar a ser rejeitado, não faça comentários, deixe passar uns dias e volte a tentar. Podem ser necessários uns 8 ou mais contactos antes de uma criança aceitar um alimento como os brócolos. Apresente o alimento em pequenas quantidades. É difícil, mas acabará por valer a pena.
Ocorreu um erro neste dispositivo