domingo, 28 de novembro de 2010

Come fibras?

O consumo de fibras ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue ao regular os níveis de insulina, ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue e também o risco de alguns tipos de cancro. As fibras melhoram a função intestinal, e evita muitos factores de risco cardiovascular.
Ao aumentarem a sensação de saciedade, são muito importantes para quem quer perder peso ou simplesmente não engordar.

Os cereais integrais fornecem em boa quantidade fibras insolúveis, que melhoram significativamente o trânsito intestinal, evitando a obstipação bem como as suas complicações secundárias: hemorróidas, diverticulose ou outras patologias intestinais. As fibras solúveis são fornecidas por alimentos como frutos, vegetais, aveia, frutos secos (nozes, etc.), amendoins e leguminosas (feijão, grão-de-bico, ervilhas, favas, lentilhas ou soja).

Deve ingerir-se o equivalente a pelo menos cinco porções de produtos hortícolas por dia - 2 peças de fruta e 300 g de legumes por dia, em sopa ou salada. Incluir grão, feijão ou outra leguminosa na sopa é uma boa maneira de consumir diariamente fibras solúveis.


segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Gerir o stress

É fundamental gerir o stress quando se quer emagrecer. Várias investigações científicas associam o stress ao aumento de peso. De facto, muitas pessoas encontram na comida uma forma de compensação para as situações de ansiedade. Consciente ou inconscientemente, há uma tendência para comer mais quando sentimos que não estamos a controlar a situação. Se aprender a descontrair-se, o seu domínio sobre o que come será maior.
Identifique, em primeiro lugar, as situações que lhe causam um maior nível de stress. Depois, tente compreender porque é que isso acontece e, por fim, desenvolva estratégias para solucionar o problema. Para ajudar, faça exercício físico e há técnicas como o Ioga, Body Balance ou Pilates que o podem ajudar e muito. A gestão do stress pode ser um passo muito difícil, mas não desista. Se dominar o stress, deixará de ser dominado por ele.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Excesso de peso custa 500 milhões

A Obesidade é interpretada actualmente, pelos principais organismos ligados ao assunto, como um factor de risco para a Saúde Pública. A obesidade custa, por ano, 500 milhões de euros ao país, tendo em conta os gastos directos e indirectos - a avaliação é de um estudo recente da Escola Nacional de Saúde Pública. E não será muito difícil chegar a estes valores se pensarmos que existe 1,5 milhões de pessoas obesas no nosso país e 4 milhões tem excesso de peso.
Leia todo o artigo aqui .
Vale a pena pensar nisto.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Sabia que...


Um kiwi:
  • fornece uma dose de fibras superior à de um prato de flocos de cereais?
  • possui cerca de 65 Kcal (90% do seu peso é água)?
  • é uma fonte de ácido fólico?
  • ainda verde pode ser mais rapidamente amadurecido se o colocar num saco plástico com uma ou duas maças?
  • possui a cor verde quando maduro devido à clorofilina, que é um potente inibidor da Aflotoxina B1, uma substância cancerígena.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Dia Mundial da Diabetes

No passado dia 14 de Novembro, foi celebrado o Dia Mundial da Diabetes. A campanha está centrada na educação e prevenção da diabetes e tem como principal objectivo alertar as entidades oficiais, os profissionais de saúde, a comunicação social e a comunidade em geral para esta temática.

Para assinalar este dia, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN) lançou o “e-book: A Criança e a Diabetes: Aqui aprendes a comer!”, onde se pretende auxiliar as crianças diabéticas na realização de uma alimentação saudável, cujo papel é fundamental no tratamento da diabetes.

Faça download do e-Book no site da APN através deste link.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010


A 8 de Novembro comemora-se o Dia Europeu da Alimentação e da Cozinha Saudáveis, comemoração criada com o objectivo de realçar a importância de uma alimentação saudável nas crianças, para que seja possível combater a obesidade infantil, cujo crescimento se tem verificado.

Para assinalar este dia, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas (APN) lançou a 2ª edição do “Livro de Receitas para os mais Novos”, onde é apresentado um exemplo de um dia alimentar, sugerindo-se instruções para que as crianças possam também preparar/confeccionar as receitas com a ajuda dos adultos.

domingo, 7 de novembro de 2010

Segredos e dicas...


... para quem passa muitas horas no ginásio!

Proteínas antes do treino: está provado que comer alimentos ricos em proteínas antes do treino favorece o crescimento muscular, ainda mais do que as comer depois do treino.

1000: número de calorias que irá queimar se correr 40 minutos.

Feijões: além de serem ricos em proteínas e pobres em gordura, contêm muita fibra e evitam que os hidratos de carbono se transformem em gordura, permitindo queimá-los mais depressa quando faz exercício. São ainda uma fonte de ferro, sendo perfeitos para o seu organismo.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Vale a pena


Nesta altura do ano, é comum ouvir dizer que não vale a pena tentar mudar hábitos de vida, incluindo os alimentares, porque vem aí o Natal e estraga-se o que foi feito até aí... Por isso, as promessas de mudança apontam sempre para o início do novo ano, em Janeiro. Em relação a alcançar um peso saudável, quanto mais cedo melhor e qualquer perda já é um ganho. Por isso, se tem que emagrecer, comece hoje mesmo. Consulte um nutricionista e faça exercício físico.
Imagine que tem 10 kg a mais neste momento e que, com os excessos do Natal e Ano Novo, poderia engordar 3 kg. Se emagrecer 4 kg até lá, depois das festas terá 9 kg a mais (menos 1 do que neste momento). Se nada fizer para perder peso, no início do novo ano estará com 13 kg!!! A diferença entre fazer qualquer coisa e nada será no mínimo de 4 kg.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Cérebro hidratado = Cérebro brilhante


Os processos mentais que participam na inteligência e no pensamento, bem como na memória, na aprendizagem e na atenção podem alterar-se e diminuir por causa da desidratação, especialmente quando o organismo perde mais de 2%. Para evitar essas situações, o Observatório de Hidratação e Saúde espanhol recomenda:
  • beber 2 a 3 litros de líquidos por dia, incluindo água, infusões, refrescos, lacticínios, sumos e caldos.
  • não esperar ter sede para beber, pois esta sensação aparece quando já existe falta de líquidos no corpo.
  • ter à mão uma garrafa de água ou uma bebida sem açúcar que lhe lembre que necessita beber regularmente. Assim será mais fácil hidratar-se em qualquer lugar.

Corrigir ideias feitas


Hoje, no espaço Escreve quem sabe do Correio do Minho, tento desmitificar ideias feitas. Leiam: Aqui, e deixem-me os vossos comentários e críticas.
Ocorreu um erro neste dispositivo