segunda-feira, 27 de julho de 2009

Emagrecer sem correr riscos

Sociedade Portuguesa de Medicina Interna - Hepatites tóxicas: revisão da literatura

A busca do peso perfeito através de milagres pode ter consequências muito sérias.

Estão relatados muitos casos de doença hepática consequentes da toma de medicamentos, chás e produtos ditos naturais para emagrecer. Considera-se hepatite tóxica a lesão hepática causada por inalação, ingestão ou administração parentérica de agentes farmacológicos ou químicos. E neste caso também a proliferação de “produtos naturais”, pode ter consequências deletérias. Os produtos ditos naturais têm também que ser depurados pelo fígado.

Há pessoas mais predispostas a desenvolverem problemas. De uma forma geral as mulheres são mais propen­sas à hepatotoxicidade. A insuficiência renal, por dificultar a excreção de fármacos ou metabolitos, é uma predisponente óbvia. A obesidade modifica a distribuição e a metaboli­zação de fármacos muito lipossolúveis,e predispõe à existência prévia de esteatose/esteatohepatite.

A proliferação das chamadas medicinas alternativas, e a crença generalizada que os produtos “naturais” são inócuos impedem que muitas vezes estas substân­cias sejam consideradas como etiologia de reacções hepatotóxicas. Estão descritos vários casos de hepa­totoxicidade causados por ingestão de substâncias derivadas de plantas. Uma referência especial para o sene, usado na prática clínica como laxante, e que pode causar dano hepático.

Existe uma dificuldade marcada para efectuar o diagnóstico, pois para além de apenas 40% dos utentes reconhecerem perante o seu médico que usam este tipo de produtos, a falta de regulamentação impede que, em termos práticos, seja muitas vezes impossível identificar a composição dos “chás” que o doente tomou.


1 comentário:

Bárbara G disse...

Antes de mais, parabéns pelos artigos!
Toda a gente gosta de estar em forma!
E, claro de todos os beneficios que daí advertêm: de nos sentirmos bem connosco próprios, de sermos saudáveis, de sermos socialmente aceites sem sermos pré-julgados.
Há pessoas que têm muito mais facilidade em manterem-se no seu peso ideal que outras!
O que não podemos esquecer numa dieta é que só o número de calorias é que se restringe! Nós continuamos a precisar da mesma quantidade de nutrientes para estarmos a 100%. O segredo está em fornecer ao nosso organismo alimentos nutricionalmente ricos e baixos em calorias!
Consegui descer 6 números de calças e sinto-me muito melhor! Por isso, meninas, leiam as publiações deste blog e percebam os perigos! Nada de dietas locas!

Ocorreu um erro neste dispositivo