sexta-feira, 31 de julho de 2009

Coma peixe


• Coma peixe várias vezes por semanas e em pequenas doses de cerca de 100g por refeição.

• Se o seu objectivo for reduzir o valor calórico da sua refeição, dê preferência a peixes magros, como o bacalhau fresco, raia, safio, peixe-espada, maruca, corvina, cherne, linguado, pescada, tamboril, truta, entre outros. Mas saiba que poderá perder a qualidade ímpar dos ácidos gordos “marinhos”!

• O atum enlatado, sobretudo aquele que é conservado em água e o salmão fumado são boas opções alimentares a incluir no menu semanal; porque são um pouco mais salgadas que o peixe fresco, não abuse (1-2 vezes por semana).

• Cozinhe os peixes gordos de forma a aproveitar a sua gordura (peixe assado, estufado, ou no micro-ondas, por exemplo).

• Se lhe souber bem e nos casos em que isso é possível, ingira também a pele do peixe, rica em ácidos gordos ómega-3.

4 comentários:

Mary disse...

Drª... existem pequenas dicas para combater o colesterol?
Na terça fui a uma consulta e tenho menos 1kg (yuppi yuppi sinto-me tão satisfeita) mas o colesterol esta altissimo para mim como doente... a 300 :(
Será que existe algum complemento alem da medicação que ja estou a fazer que me possa ajudar?

Ana Ribeiro disse...

Mary,

parabéns pela sua conquista.
Em relação ao colesterol há uma série de alimentos que deve evitar comer, e outros que deve privilegiar. Vou dedicar o próximo post a esse tema. Fique atenta.

João disse...

Conheço o seu blogue há pouco tempo, mas desde logo fiquei fã. Parabéns.
a minha questão prende-se com o seguinte: quando vou comprar peixe como sei que é fresco?

Ana Ribeiro disse...

Tome nota, o peixe está fresco quando tem:
Olhos salientes e brilhantes.
Escamas bem pegadas e uniforme.
Cheiro a mar.
Guelras com vermelho vivo.
Boa aderência da carne às espinhas.

Ocorreu um erro neste dispositivo