terça-feira, 30 de junho de 2009

Pare de fumar... sem engordar III


A Laura escreveu-me um e-mail, do qual vou transcrever parte:
"... Já tentei deixar de fumar várias vezes e de todas elas desisti porque engordava imenso. Tentava ter imenso cuidado e cheguei a fazer dietas muito restritivas, e mesmo assim os quilinhos a mais chegavam sempre..."



Contrariamente ao que se pensa, a alimentação dos ex-fumadores não deve ser restritiva: deve ser leve, equilibrada, e muito variada, para devolver o prazer e acalmar a sensação de fome. Comer pouco, várias vezes ao dia, de modo a evitar os petiscos entre refeições.
Assim que o seu organismo elimine a nicotina, vai-se manifestar um grande desejo de açúcar. Para o satisfazer escolha uma peça de fruta ou alguns frutos secos, uma salada de fruta ou um iogurte com uma colher de chá de mel.
Um pequeno doce aqui, um chocolate ali... Veja quais os alimentos que come em excesso e reduza. Aquilo que ingere deve ser degustado e não engolido à pressa.

Além de se pensar no que vai para a mesa, também é preciso pensar em exercício físico. Para acalmar pratique Tai-chi, Yoga, dança... mas pratique também um desporto que queime mais calorias: jogging, natação rápida, vá ao ginásio.
Não junte toda a actividade desportiva só ao fim de semana, pois assim retira o seu efeito relaxante.


Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo