quarta-feira, 3 de março de 2010

Tomate faz bem


A regular ingestão de tomate tem reflexos na nossa saúde. De acordo com os resultados de um estudo, e que inclui um ensaio piloto in vivo, conclui-se que os níveis de triglicéridos e de colesterol baixaram de forma significativa aquando da ingestão de tomate, apresentando uma correlação proporcional com a diminuição de peso.
Este estudo divulga também os aspectos mais positivos e negativos de cada tipo\cultivo de tomate produzidos a nível nacional, ao ter-se debruçado sobre as espécies de tomate cereja, chucha, rama e redondo. Ficou, por exemplo, a saber-se que o tomate redondo é mais rendível para a indústria alimentar na produção de alimentos derivados, como polpas, ketchup ou conservas, pois os seus valores sólidos solúveis são mais concentrados. O chucha é, em contrapartida, o fruto que apresenta maior riqueza em compostos com acção antioxidante, por isso, com melhores resultados no combate ao envelhecimento celular. Já a nível microbiológico, o tomate cereja e o rama caracterizam-se como os mais seguros, não tendo apresentado contaminação microbiana de nenhum microrganismo em estudo.

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo