terça-feira, 22 de setembro de 2009

Galactosemia: ajude me Dra


Dra Ana, foi diagnosticado ao meu filho de 3 meses galactosemia. Apesar dos médicos terem explicado, continuo com imensas dúvidas, será possível ajudar-me. O meu filho não poderá nunca mais ter uma alimentação normal?


O que é? A galactosemia é uma doença metabólica e hereditária em que ocorre um erro inato do metabolismo da galactose, um açúcar contido, por exemplo no leite.


O que acontece? A galactosemia surge de um erro no metabolismo da galactose, causado por uma deficiência da enzima galactose -1- fosfato uridiltransferase. Devido à sua ausência, acumulam-se compostos tóxicos.



O que tem que se fazer para se evitar as consequências da galactosemia?

É necessário actuar o mais rápido possível para evitar o dano hepático, renal, ocular e neurológico, e instaurar um tratamento. Este baseia-se simplesmente em evitar a acumulação da galactose, restringindo-a na alimentação das crianças. A dieta baseia-se na restrição de leite, produtos que contenham leite e produtos lácteos, sendo substituídos por um leite especial que não contenha lactose, como o leite de soja. É preciso ler com todo o cuidado os rótulos dos alimentos embalados, e pré-preparados.

Alimentos como vísceras, tomate, leguminosas e algumas frutas como o diospiro também contêm galactose em menos proporção e devem ser limitados na dieta. É preciso não esquecer que a lactose está presente na constituição de muitos medicamentos.


A galactosemia é uma doença que, se não for tratada, pode ter consequências graves. Mas se se modificarem os factores ambientais: Tratamento e Educação de pais e filhos (dar a conhecer a doença e o seu tratamento), as crianças podem levar uma vida normal apenas com certas limitações.


Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo