segunda-feira, 19 de abril de 2010

Perigo: dietas milagrosas


Terminado o Inverno, chega o calor e com ele a época em que somos inundados com dietas rápidas que prometem resultados relâmpago e fáceis de alcançar. São prometidos verdadeiros milagres!
Dietas loucas, chás, cremes, produtos naturais... Atenção: constituem vários perigos.
Os produtos, mesmo os ditos naturais, na sua quase totalidade não apresentam uma composição química adequada, não são sujeitos a ensaios clínicos, e não há padronização da sua composição (a composição não bate certo com o rótulo).
Ao seguir uma dieta maluca não se aprende a comer. Como não ensinam a ter hábitos alimentares e estilos de vida saudáveis, não permitem manter o peso daí para a frente.
Quando se perde peso muito rapidamente, não se perde massa gorda mas músculo.
Convém saber, que emagrecer não é perder peso, mas sim perder massa gorda.
Quanto mais rápido se perde peso, mais rápido e de uma forma brusca se aumenta depois a massa gorda. Quem não conhece alguém que perdeu 15kg e que depois aumentou 25Kg?
As promessas que estes produtos/ dietas fazem não passam de publicidade enganosa. Quando nos sentimos enganados, aumenta a nossa ansiedade e frustração.
Temos que ter consciência que não existem milagres, e que não se pode desejar emagrecer a qualquer preço. O preço não pode ser a nossa saúde.
Mentalize-se que aumenta de peso quando a energia que consome é superior à energia gasta. É preciso aprender a comer e a aumentar a actividade física. Alterar hábitos nem sempre é fácil, e por vezes demora um bocadinho... mas depois os resultados são duradoiros.
Pequenas mudanças no estilo de vida têm grandes efeitos.

Consulte um nutricionista, vai ser a ajuda individualizada e específica de que precisa.


1 comentário:

Roséli - a Flor disse...

Um blog de relevante importância ....
Parabéns .. virei seguidora ..
bh

Ocorreu um erro neste dispositivo