terça-feira, 1 de junho de 2010

Como fazer frente à indigestão... comendo!

Quem é que nunca se empanturrou de comida até ficar completamente cheio e com sensação de acidez depois de um grande banquete? Ou com a incómoda sensação causada pelo refluxo? A indigestão é um incómodo transitório que indica que o organismo não conseguiu digerir os alimentos adequadamente.

Porque surge?

As refeições copiosas ou fortes, juntamente com os alimentos irritantes, fazem com que se produza um excesso de ácido clorídrico, que provoca acidez e um refluxo estomacal persistente e incómodo.

O que comer e beber?

Refeições muito ligeiras e várias vezes ao dia. O melhor é optar por modos de confecção suaves, nomeadamente cozidos, grelhados, no forno, ao vapor ou em papillote, que são mais saudáveis e, sobretudo, técnicas culinárias mais ligeiras (sem refogados). As infusões de erva-cidreira, funcho ou hortelã aliviam os sintomas.

O que reduzir ou evitar?

Os alimentos ricos em gordura (carnes, enchidos, patés, manteiga, queijos curados...); os ácidos (limão, vinagre, conservas...); os picantes (molhos, pimentas...); a fruta verde e algumas verduras cruas difíceis de digerir (cebola, pepino...); os fritos e panados. Também há que evitar o café, que é irritante, e reduzir a ingestão de refrescos com gás, que provocam flatulência.

Um bom conselho

De manhã, e sempre que não estiver com uma crise, faça o seguinte exercício. Rode o tronco, suavemente, para ambos os lados, com a ajuda do cabo da vassoura sobre os ombros (segure-o com as duas mãos).

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo