segunda-feira, 24 de maio de 2010

Nem tudo o que é natural é bom

Com a chegada do calor chega também a vontade de emagrecer milagrosamente. Aumentando o consumo de produtos ditos naturais que prometem tal feito.

A maioria das pessoas acredita que os produtos rotulados como naturais apenas trazem benefícios, não tendo quaisquer efeitos adversos para o organismo. Embora a maioria deles esteja ainda pouco estudada, há já muitas certezas quanto ao inconveniente do uso de alguns, sobretudo quando tomados em simultâneo com outros medicamentos convencionais. Por isso, embora ache que o chazinho ou o medicamento que comprou na farmácia ou na ervanária é absolutamente inofensivo, deve informar o seu médico sempre que vai iniciar algum tratamento com um produto alegadamente "natural" ou sempre que o médico lhe receita um medicamento e já estava a tomar algum desses produtos.

Por exemplos, apesar de ser obrigatório vender medicamentos à base de sibutramina sob receita médica e de ser obrigatória uma vigilância médica durante o tratamento, em muitas farmácias estes venderam-se de forma muito fácil e acessível, alegadamente para emagrecer à custa de uma supressão do apetite. Esta substância foi retirada do mercado, depois de se concluir que poderia ter efeitos secundários graves sobretudo em doentes cardíacos! Até aí milhares de pessoas foram sendo "cobaias" da mesma... O uso de sibutramina pode ocasionar efeitos colaterais graves, que incluem problemas de visão e aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial. Além disso, por interferir com os níveis de serotonina, não deve ser tomada em simultâneo com antidepressivos.


Apesar de se poderem comprar sem receita médica, não confie em todos os produtos ditos naturais, sobretudo se tem alguma patologia ou se está a fazer algum tipo de medicação prescrita pelo médico. Porque nem tudo o que é natural é bom...

Lembre-se: emagrecer é perder massa gorda. Para isso é necessário fazer uma alteração de hábitos alimentares e aumentar a prática de exercício físico.

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo