quinta-feira, 12 de abril de 2012

Nutrição e curvas


Um dos primeiros passos para conseguir manter uma dieta saudável é perceber que as mudanças não acontecem de um dia para o outro, e saber qual o caminho que queremos seguir.
A negação das curvas corresponde a um marcar de presença social das mulheres. Aceitar as curvas é aceitar as "fraquezas" alimentares e perceber que não é preciso passar fome para manter as formas, basta que se tenha uma dieta equilibrada.
Devemos privilegiar a variedade, ou seja, alimentos de todos os grupos, bem como preferir frutas, hortícolas e hidratos de carbono complexos, em detrimento dos doces, fritos e alimentos ricos em gordura. Várias refeições por dia, são necessárias para que não sinta uma fome incontrolável.
É fundamental iniciar os hábitos alimentares saudáveis na infância, esquecendo desde cedo os padrões de dieta exagerados, tanto para um extremo como para o outro. Ao contrário do que se possa pensar, a quantidade de células gordas que ganhamos- ou não- na adolescência é determinante para a vida adulta.
É necessário manter a motivação, e conviver bem com o corpo. E não esquecer o exercício.

2 comentários:

Anónimo disse...

Olá,

sempre fui bastante magra não por comer pouco, mas por ser genético.
Como de tudo, várias vezes por dia, a minha alimentação tem sido sempre muito diversificada. Não restrinjo nada e também não abuso de nada. No entanto, no outro dia numa avaliação de ginásio, disseram-me que eu era uma falsa magra porque a máquina que me avaliou disse que eu tinha uma percentagem de gordura muito maior do que devia. Fiquei um pouco apreensiva e preocupada. Pois se a gordura não se vê por fora mas está lá dentro, não consigo à vista, determinar até que ponto a minha alimentação pode ir no sentido errado. Nem sequer tenho colesterol alto pelo que fiquei mesmo admirada. O que me aconselha a fazer?

Ana Ribeiro disse...

Boa tarde, aconselho-a a marcar uma consulta de nutrição. Só assim o seu caso pode ser correctamente avaliado.

Ocorreu um erro neste dispositivo